Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘copa 2010’

Kaká? Cristiano Ronaldo? Rooney? Messi? Não, nenhum desses é o nome da Copa.  

A bola da vez é… Larissa Riquelme. Você já deve ter ouvido falar nesse nome.  

Larissa e o famigerado celular no decote

A modelo, ex-participante de reality show e atriz ficou famosa depois que essa foto aí em cima rodou o mundo. Desde então a torcedora paraguaia tem aparecido em todos os meios de comunicação. E a Larrisa e a Axe, que não são bobas nem nada, correram para aproveitar a oportunidade. A moça pegou carona na promessa de Maradona e prometeu ficar nua se o Paraguai fosse para as semis, atiçando os homens adoradores de futebol. A marca de desodorante, afim de conquistar o mesmo target de Larissa e com essa mídia toda voltada para a modelo dando sopa, patrocinou a moça da cabeça aos pés peitos e vinculou a ação na campanha Efecto Futbol.  

Larrisa patrocinada. Axe em destaque.

A agência produziu a campanha na velocidade 5 para colocá-la em ação durante o confronto das quartas, Paraguai contra Espanha. Afinal, as chances do Paraguai vencer a Espanha eram, e se comprovaram, remotas. Criaram mídia externa, anúncio impresso e encheram o perfil do facebook da marca com fotos de Larissa chamando os consumidores para votar no local da cidade em que a modelo deveria posar. Vejam o texto:  

Ella cuenta con vos.
El Efecto AXE no se puede controlar y Larissa es testigo de ello.
Elegí una calle de la ciudad en donde Lari cumplirá su promesa cuando Paraguay le gane a España!!!

Ela conta com você.
O efeito AXE não pode ser controlado e Larissa é testemunha disso.
Escolha uma rua da cidade onde Lari cumprirá sua promessa, quando Paraguai ganhar da Espanha!  

Campanha Efecto Futbol

O resultado? Taí… Larissa e Axe tiveram uma baita visibilidade e ganharam fãs do mundo todo. A modelo se consagrou uma promissora garota-propaganda e a marca soube aproveitar rapidamente de uma situação que tinha muito a ver com o perfil do seu público-alvo e com a identidade da marca. Time’s money!

Anúncios

Read Full Post »

Copa do mundo é assim, favoritos voltando pra casa mais cedo (Há), torcedores vibrando pelo adversário simplesmente por causa de um bolão.rsrsr. Outros torcendo mais para ser dispensado do trampo do que pelo próprio país. E é esse conjunto de fatos que faz a criativadade dos publicitários palpitar. E já entrando no clima do jogo de amanhã, resolvi falar sobre a criatividade dos nossos adversários: a Holanda ou Laranja Mecânica para os mais íntimos. kkk

Para começar… vamos falar da Nike, patrocinadora do time deles que criou esse comercial de incentivo ao holandeses… O nome da campanha em português é: Sangue Laranja. E aliou frases de efeito e imagens que dá um up em qualquer torcida, assistam o vídeo:

Uma outra ação que eu achei bem legal, foi da Heineken que dessa vez lançaram um vídeo para conquistar adeptos da torcida holandesa, promovendo o “Pletterpet”, uma espécie de capacete/ chapéu para os torcedores holandeses que faz alusão à MAKARABA, que assim como a vuvuzela é uma tradição cultural dos torcedores africanos, é como se fosse um capacete totalmente feito e pintado à mão.

O comercial mostra a história do sul-africano, que após ser atingido durante um jogo por uma Heineken desenvolveu a Makaraba. O vídeo finaliza com um africano dizendo que é uma coisa encontrada somente lá na África do Sul.

Surge então um torcedor holandês gritando Holland!! Holland!! com a Makaraba/ Pletterpet personalizada e toda laranja.

Segue o vídeo, sorry, mas não o encontrei em português!

Além disso, a marca lançou os 10 itens para os “ORANJESUPPORTERS”, ou seja, torcedores laranjas!!!

Espero que todo esse incentivo publicitário fique só nos comerciais, e que o Brasil passe para a próxima fase. rsrsr

Bj Bj

Read Full Post »

Olá PessoALL!

Tudo bem?

Aos que imaginaram que eu falaria sobre o jogo de cavalheiros entre Brasil e Costa do Marfim por causa do título do post, peço que fiquem tranqüilos: comentar futebol não é meu forte.

Temos falado bastante sobre a Copa por aqui. Marketing de Guerrilha também vem sendo um tema bem abordado. Resolvi juntar os dois e falar sobre Guerrilha na Copa.

Pois bem, pipow. Essa é, definitivamente, a Copa das Oportunidades. Claro que os mundiais passados foram permeados por boas sacadas, mas nós “marketeiros” estamos ficando bons no riscado. Apesar da Fifa tentar coibir com furor as ações de emboscada na tentativa de proteger seus generosos patrocinadores, as marcas têm se movimentado.

Vamos ver?

As laranjetes da Bavária

Uma turminha de 36 mulheres lindas causou tumulto no último dia 14 durante o confronto Holanda x Dinamarca no Soccer City. As beldades atraíram as câmeras do estádio por motivos óbvios, mas um detalhe intrigante chamou ainda mais a atenção dos holofotes: a saia das meninas trazia estampado o nome da cervejaria Bavária, que NÃO PAGOU UM MÍSERO CENTAVO para anunciar no estádio, ao contrário da Budweiser, que desembolsou uma grana preta para adquirir uma das principais cotas de patrocínio do Mundial.

E o que aconteceu com a mulherada? Assim que foram descobertas pela organização do evento, seguiram levadas pela polícia.

Quem concedeu os ingressos foi Robbie Earle, ex-jogador e até então comentarista da emissora britânica ITV. Tudo indica que ele foi demitido.

Puma, PepsiCo e SABMiller

Além de espalhar anúncios e outdoors por Johannesburg e veicular filmes para TV e Web, o trio está fugindo do arroz com feijão e inovando. A cervejaria SABMiller desenvolveu uma latinha que vira copo e criou um guia online com todos os bares que fazem parte do circuito.

E agora, o mais legal:

COMO SER PATROCINADOR SEM COMPRAR COTA DE PATROCÍNIO – BY NIKE

A Nike fez o filme mais legal da Copa e quiçá dos últimos tempos (falamos dele aqui). Além disso, a gigante inaugurou uma escola de futebol em Soweto, um subúrbio-cidadela paupérrimo que fica colado em Johannesburg, cheio de meninos loucos por futebol. Mas IMHO, o que ganhou o prêmio Coisa Linda de Meldels foi isso aqui:

A Nike simplesmente transformou o edifício Life Center, localizado na região central de Johannesburg, em uma tela gigante. Nessa tela são projetadas mensagens provenientes de Facebook, Twitter etc. Os jogadores mencionados nas postagens aparecem junto com o texto. Não vou explicar mais nada, veja isso:

GENTE, ISSO É MUITO LEGAL!

Dito tudo isso, vamos aos resultados…

O vídeo Write the Future recebeu nada mais nada menos que 14 milhões de views e uma pesquisa realizada pela Nielsen Co. mostrou que o número de referências sobre a Nike é somente O DOBRO em relação às citações da Adidas, fornecedora da bola oficial da Copa e patrocinadora do evento.

Aliás, nada contra a Adidas, mas caramba…PATROCINAR A ARGENTINA?

Devemos nos preparar para ver “algo” listrado na aparição do Maradona Nu caso algum milagre ocorra e os hermanos sejam vencedores?

E outra coisa…quando falam em Jabulani, eu lembro do Cid Moreira. É mais forte do que eu.

Jabulaaaaaaaaaaani

E fica aqui também os meus sentimentos para os Vigilantes do Peso, que perderam a oportunidade de ouro de fazer um marketing de emboscada na Copa.

Brincadeira, gente...eu gosto do Ronaldo.

Espero que tenham gostado!

That’s all, Folks!

Read Full Post »

O fiasco de hoje é indicação do leitor Renato Serra.

Não sei se é culpa do regionalismo, no Rio Grande do Sul é sucesso (percebi isso nos comentários no YouTube), mas achei a propaganda muito sem graça. O paulista e os gaúchos além do estereótipo exagerado, são chatos de galocha e a última frase “Pega do meu espeto e diz i love you” é terrível.

A Polar é a mais tradicional cerveja gaúcha (só vende lá) e suas propagandas ressaltam essa exclusividade e são produzidas apenas para o agrado dos gaúchos. (talvez seja por isso que eu não gostei e taí a graça da ideia, é só pra gaúcho rir) Os comerciais mais recentes trazem essa mesma dupla de atores, sempre tirando sarro de paulistas, cariocas e qualquer cidadão que não seja do RS. Fiquei com bode desta disputa com outros estados, acho que podiam elevar as qualidades de lá com humor mas de outra forma. O comercial lá de cima é criação da AlmapBBDO.

O que vocês acharam do comercial?

Read Full Post »

E a Copa é o assunto do momento. Já escrevemos por aqui sobre várias campanhas super engraçadas ou pra lá de emocionantes. Mãaas… no meio de tanta coisa boa temos também algumas pérolas. Vamos ao Top 3 – Fiascos da Copa, uma seleção de campanhas que deveriam receber cartão vermelho. =P

Top 3: Coca-Cola – Lesotho

A Coca criou uma história genial para a Copa sobre o Lesotho, o país que fica dentro da África do Sul. Nela, os argentinos convencem a população local a torcer na Copa pela Argentina, já que seu país não está na competição. O problema é que a Coca aplicou a mesma história para os rivais: Chile, Uruguai e Paraguai, provocando entre os torcedores um certo ódio mortal desgosto pela campanha. A Coca tratou logo de criar um outro vídeo para amenizar a polêmica. Tarde demais, o estrago estava feito. Então, por ser mão-de-vaca com nuestros hermanos, a Coca recebe o terceiro lugar.

Top 2: Postos Ipiranga – Copa Premiada

A promoção passa, mas o comercial… difícil achar engraçado.

Top 1: McDonalds – Palpite Campeão

Os lanches dos países são sensação da Copa, a música “A Copa do Mundo é nossa…” já virou hit do restaurante, mas a promoção “Palpite Campeão” é uma tragédia. Você guarda o cupom da caixa e a nota fiscal com o código, entra no site para dar seu palpite e de repente… Surpresa! Quem dá o SEU palpite é o próprio Mc. No cupom tem uma aba que aberta revela o palpite que você deve dar. Pior que isso só os resultados mirabolantes que eles sugestionam. Pasmem, olha o que veio para mim: Dois países do Grupo B (Argentina, Nigéria, Coréia do Sul e Grécia) disputarão a final, cujo placar é 6 a 0. Quais as chances?

E se eu quiser torcer pro Brasil? Não posso?

Liberdade aos nossos palpites!

E você? Conhece outro fiasco? Manda pra gente!

Read Full Post »

 Acho que agora to começando a entrar no clima da copa também, depois dos posts das figurinhas, o da Nike… chegou minha vez de falar sobre esse evento que pára o mundo de 4 em 4 anos.

Eu, particularmente, gosto muito de Copa do Mundo… a energia, os enfeites, as pessoas, o clima e claro, as ações e propagandas ligados em um só tema.

Porém, tem um patrocinador que me chamou muita ateção… A Coca Cola.

Sabe quanto ela investiu para esta Copa? A bagatela de 6 bilhões de dólares e a previsão é aumentar ainda mais para a Copa que acontecerá aqui nas terras tupiniquins em 2014… O valor previsto será de 11 bilhões.

Eeee lá ia.. rsrsr

Pra entender um pouco melhor do que estou falando, assistam esse vídeo aqui:

Pois é, música tema em eventos esportivos já é uma tradição, o que achei demais é a Coca Cola, como patrocinadora oficial do Mundial da Fifa editou a música original Wavin’ Flag para ficar com cara da África, mas sem deixar de lado o ritmo já tão conhecido usado em suas campanhas. oooooooooo ooooooow

A música remixada é do cantor K’Naan, nascido na Somália e naturalizado canadense. A Coca-Cola é Wavin’ Flag: The Celabration Mix é um remix da trilha original do terceiro album de K’Naan, chamado Troubadour.

 A batida da música é intrigante e bem África. Adorei a música e ela não sai da minha cabeça, basta ouvir uma vez e já estou eu o dia todo … oooooooo oooooooooo.

Para ver a letra da música basta clicar aqui:

E o Brasil, também recebeu sua versão da música. O quarteto mineiro Skank é o representante do Brasil no hino da Coca-Cola da Copa do Mundo 2010. O grupo gravou a versão de “Wavin flag” e a música já está tocando nas rádios.

Confira a versão:

E claro, que a Coca usaria a música nos seus próprios comerciais:

Esse aqui é a versaõ mundial:

E esse é o comercial com a música ao fundo, da promoção das Bolas da Copa no Brasil:

Espero que tenham gostado.

Bj Bj

Read Full Post »

Para ser honesta, eu ainda não estava muito no clima da Copa do Mundo. Tanto que fui uma das poucas aqui que não tinha escrito nadinha a respeito. Mas semana passada tudo mudou quando vi, o que na minha opinião, é até agora o melhor comercial feito para a ocasião. O roteiro impressionante do comercial da Nike, Write the Future, é daqueles que faz todo publicitário resgatar o orgulho de ter escolhido essa profissão. Jogadores patrocinados pela marca como Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo, Franck Ribéry, Ronaldinho Gaúcho, Fabio Cannavaro, Iniesta, Fábregas e Drogba são as estrelas do comercial, junto com alguns coadjuvantes de luxo como o jogador de basquete Kobe Bryant, o tenista número 1 do mundo, Roger Federer, o ator Gael García Bernal e o personagem de desenho animado mais incônico da TV, Homer Simpson.

Adorei que o filme usa umas cenas meio exageradas e até nonsense, mas na medida certa, o que deu muita graça e criatividade. A Paulinha comentou bem que eles até usam um pouco as caracteríticas dos jogadores como o futuro do C. Ronaldo sendo sempre ligado à badalações na mídia e uso do seu nome e imagem. Mas, sem dúvida o que eu mais gostei foi o do Rooney. Além de mostrar nele os dois lados da história (o fracasso e o sucesso), achei perfeito o uso das manchetes de jornal brincando com seu nome. Quando ele erra o passo, England in Roo-ins (Inglaterra em ruínas), e quando ele recupera a bola milagrosamente, eles usam o próprio slogan da Nike, com uma pequena e enaltecedora alteração: Just Roo it.

As cenas exageradas são uma forma muito bem-humorada de se referir a um fato incontestável: a Copa do Mundo é capaz de produzir lances que marcam a história de nações inteiras. É só lembrar como virou jargão Galvão Bueno gritanto “É tetra” quando Baggio erra o penalti na final de 94 ou o trauma e mistério que envolvem a final da Copa da França. E quem nunca falou que a África do Sul é logo ali hein?

A direção é de Alejandro G. Iñarritu que fez filmes como 21 Gramas e Babel e a agência responsável é a Wieden + Kennedy, Amsterdam. Nike, Iñarritu e W+K deram de lavada nos outros comerciais da copa do mundo.

Read Full Post »

Older Posts »