Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘escreva o futuro’

Desde uma certa fase da Copa comecei a ouvir muita gente comentando que os atletas da Nike foram eliminados e que, portando, ninguém tinha escrito o futuro. Tudo isso em referência ao comercial épico da Nike, do qual falamos aqui. Vou dizer que fiquei meio incomodada de ouvir isso pois mostrou claramente que ninguém entendeu o comercial. Explico: quando eu assisti o vídeo, o que eu achei mais legal foi o fato de a agência ter conseguido criar um mote que sobrevive à vitória ou à derrota. O que o comercial dizia era que, aquilo que os jogadores fizessem dentro de campo, iria mudar o futuro deles próprios e de suas nações, para o bem ou para o mal. A parte do Rooney mostrava bem isso. Quando ele ia mal, acaba cortando grama e morando em um trailer. Escreveu um futuro triste, mas escreveu. Só que essa mensagem acabou se perdendo. Claro que o comercial acabou focando em um possível sucesso, afinal essa é a cara da marca e a cara da Copa do mundo. Porém estava lá: o fracasso também estaria sendo escrito. Mas ninguém percebeu isso. Fico triste de ver como a comunicação está prejudicada. Fiquei pensando: será que eu percebi essa parte da mensagem porque sou publicitária? Mas aí pensei: se for, então tá errado do mesmo jeito, afinal a publicidade é feita sim por publicitários mas não PARA eles. A propaganda é feita para o público e deve conseguir passar sua mensagem completa de forma simples. E, apesar de eu ter adorado o comercial da Nike, nesse sentido vi que ele falhou. O futuro também foi escrito pelos atletas eliminados. Vergonha na Itália, perplexidade na Inglaterra, crise na França, cobranças no Brasil. Isso tudo foi escrito dentro de campo, exatamente como rezava o comercial. Pena que ninguém entendeu o quanto esse comercial era visionário.

Mas vamos falar de coisa boa?

Vamos falar da Iogurrrteira Top Therm? Hahaha. Brincadeira. Vamos falar da Campeã, Espanha! E da vice, Holanda claro. A Nike não perde a oportunidade de fazer comerciais de arrepiar nunca, imagine na final. Enquanto o comercial da Espanha estampa que o futuro foi escrito, o da Holanda acaba com uma frase perfeita: when you give everything, you lose nothing. (Quando você dá tudo, você não perde nada)

Já estou com saudades da Copa do Mundo. Mas sabe como é: o Brasil é logo aqui. Que venha 2014!

Read Full Post »

Para ser honesta, eu ainda não estava muito no clima da Copa do Mundo. Tanto que fui uma das poucas aqui que não tinha escrito nadinha a respeito. Mas semana passada tudo mudou quando vi, o que na minha opinião, é até agora o melhor comercial feito para a ocasião. O roteiro impressionante do comercial da Nike, Write the Future, é daqueles que faz todo publicitário resgatar o orgulho de ter escolhido essa profissão. Jogadores patrocinados pela marca como Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo, Franck Ribéry, Ronaldinho Gaúcho, Fabio Cannavaro, Iniesta, Fábregas e Drogba são as estrelas do comercial, junto com alguns coadjuvantes de luxo como o jogador de basquete Kobe Bryant, o tenista número 1 do mundo, Roger Federer, o ator Gael García Bernal e o personagem de desenho animado mais incônico da TV, Homer Simpson.

Adorei que o filme usa umas cenas meio exageradas e até nonsense, mas na medida certa, o que deu muita graça e criatividade. A Paulinha comentou bem que eles até usam um pouco as caracteríticas dos jogadores como o futuro do C. Ronaldo sendo sempre ligado à badalações na mídia e uso do seu nome e imagem. Mas, sem dúvida o que eu mais gostei foi o do Rooney. Além de mostrar nele os dois lados da história (o fracasso e o sucesso), achei perfeito o uso das manchetes de jornal brincando com seu nome. Quando ele erra o passo, England in Roo-ins (Inglaterra em ruínas), e quando ele recupera a bola milagrosamente, eles usam o próprio slogan da Nike, com uma pequena e enaltecedora alteração: Just Roo it.

As cenas exageradas são uma forma muito bem-humorada de se referir a um fato incontestável: a Copa do Mundo é capaz de produzir lances que marcam a história de nações inteiras. É só lembrar como virou jargão Galvão Bueno gritanto “É tetra” quando Baggio erra o penalti na final de 94 ou o trauma e mistério que envolvem a final da Copa da França. E quem nunca falou que a África do Sul é logo ali hein?

A direção é de Alejandro G. Iñarritu que fez filmes como 21 Gramas e Babel e a agência responsável é a Wieden + Kennedy, Amsterdam. Nike, Iñarritu e W+K deram de lavada nos outros comerciais da copa do mundo.

Read Full Post »