Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Sustentabilidade’

Olá PessoALL!

Tudo bem?

Eu curto muito acompanhar a publicidade gringa desse mundão véio sem porteira. E checando meus feeds percebi que nessas últimas semanas muita ação foi feita para o setor automobilístico. Escolhi as duas mais legais (ao meu ver) e TCHAN, são do mesmo carro.

Vamos lá:

1) Outdoor invisível – BBDO Alemanha

Para divulgar o novo Smart fortwo elétrico e seu baixíssimo impacto ambiental, a agência decidiu fazer uma brincadeira e reduziu também o impacto visual da comunicação. O outdoor foi pintado em cercas e só é visível de um determinado ângulo. Bom para o meio ambiente em todos os aspectos, né?

Não sei se é o excesso de trabalho, se estou delirando, mas acho que já vi em algum outro lugar coisa parecida… Como não vou lembrar, por favor, se alguém souber de alguma ação parecida que já rolou por aí, é só comentar logo abaixo!

2) Um outdoorzinho  pequenino para um carrinho menor ainda

A BBDO (mas dessa vez de Toronto), seguindo a linha de comunicação mundial de divulgar o baixo impacto que o carro tem sobre a natureza, apelou para a simplicidade e “delicadeza”. Já que não pode ser invisível sempre, pode ser pelo menos “menorzinho”.

(Opa…Acho que já vi isso de “Small is Beautiful”? antes…)

Espero que tenham gostado!

That’s all, Folks!

Read Full Post »

A reciclagem tem ganhado cada vez mais espaço no ambiente corporativo, mas uma empresa em especial resolveu colocar em prática de uma forma bastante criativa.
A Terracycle é um grupo global que recolhe embalagens usadas, as transforma em produtos desejados e ainda ajuda instituições de caridade.
Funciona assim: Nós, consumidores, guardamos as embalagens de empresas parceiras (Aqui no Brasil são: Nestlé, Pepsico, Tang, Perdigão e Suzano Papel) e levamos até um dos pontos de coleta. Por cada embalagem recolhida é doado R$0,02 para a instituição de caridade que você escolher.
 
Os produtos feitos de embalagens acabam ganhando um design moderno. Olha que bacana!

Os produtos da Terracycle podem ser comprados no Walmart, aqui!

Read Full Post »

Se tem uma coisa que eu gosto é a união de sustentabilidade com criatividade na publicidade.

E um novo material muito interessante já vem sendo utilizado desde 2008, mas a primeira a aplicar a idéia num anúncio e em grande tiragem foi a Natura, empresa conhecida por seu environment friendly.

Mas o que é esse novo material?

É o papel semente que pode ser plantado e após alguns dias a semente germina e nasce uma florzinha.

O índice de germinação é de 75% desde que seguidas as orientações para o plantio. O número de dias para o início da germinação pode variar em função das condições climáticas e do tipo de solo do local de plantio, em média germina em 30 dias.

 Olha só que legal:

Esse papel foi desenvolvido no Brasil por ONGs.

E é um ótimo material promocional, para eventos, convites, cartões e etc…. pois além de causar um efeito surpresa ainda incentiva a sustentabilidade com conceito.

Na Veja retrospectiva do ano passado, que tinha como chamada de capa O ano zero da economia sustentável, trouxe para alguns assinantes de São Paulo um anúncio da Natura diferente.

Para este anúncio o desafio da Abril foi estruturar uma forma de viabilizar a produção de um encarte, utilizando o papel semente, para altas tiragens.  Foram feitos testes e pesquisas para determinar inclusive o tipo de semente que não sofresse danos no processo gráfico. Após meses de pesquisas e testes foi possível veicular esse encarte inédito em revistas criado pela agência Taterka. 

 Que na minha opinião ficou demais….

Espero que tenham gostado também….

Bj BJ

 

Read Full Post »

Olá People, vamos ao post de hoje: 

2 xícaras de farinha de trigo, 2 xícaras de chocolate em pó, manteiga, fermento… mistura tudo e põe pra assar por 20 minutos. Tudo seria simples se fosse igual a uma receita de bolo. Mas estamos falando de duas empresas, duas marcas, dois conceitos, duas visões, duas metas, duas cadeias de funcionários e clientes, não dá para simplesmente juntar tudo e colocar pra assar, pelo contrario. Depois da compra do Banco Real pelo grupo Santander, iniciou-se um imenso projeto que precisaria muito mais de 20 minutos, foram meses e meses pra chegar num novo conceito, posicionamento e campanha, desenvolvida pela Talent que está no ar agora. Confira: 

 

É hora de fortalecer a marca e não falar dos serviços, por isso propor uma idéia e não um banco. E pra isso vários exemplos são dados do que é possível fazer junto, para os diferentes públicos do banco: o jovem, a família, o empresário, o universitário. Lá atrás os dois bancos praticaram a idéia do “juntos” unindo-se para tornar-se hoje um banco indispensável, e agora que ele existe por que você também não pratica a idéia e junta-se a ele? “Vamos fazer juntos? Santander, valorizando idéias para uma vida melhor. Vem junto“, convidativo ou não? Sim, essa foi a percepção que tive da mensagem. Para eles, é hora de mostrar que o mundo não precisa de um novo banco, pois eles querem ser um banco indispensável, que junto com você contribuirá para o planeta. 

Gostei da redação, gostei da idéia, gostei das imagens e não é que essa musiquinha não sai da cabeça?! No meu ponto de vista a campanha está animal! Tudo muito bem pensado e criativo em cima do conceito JUNTOS, pois não parou por ai.

A Talent ousou e convenceu concorrentes a se juntarem e apoiarem a idéia em ações inéditas. No dia 16 de março, assinantes do Estadão e da Folha receberam em suas casas os dois exemplares juntos, num mesmo pacote com a seguinte capa: “Tomar decisões levando em conta mais pontos de vista. Vamos fazer juntos?”.

 

Além disso reuniu importantes rádios para falar sobre sustentabilidade – herança do Banco Real, que sempre apoiou a questão trabalhando com materiais recicláveis – vejam o vídeo abaixo.

 

Isso é só um pouco desse imenso movimento de mudança que o Grupo Santander está fazendo!

Ma, mais uma vez obrigada pelo gancho! E André, espero que tenha gostado!

Beijos

Read Full Post »

Oi PessoALL, tudo bão?

Gente, sou super a favor de atos sustentáveis. Mesmo. Acho bacanérrimo o trabalho de algumas organizações (apoiamos o Green Peace, vocês sabem) e, quando vejo um Ecochato exercendo sua função pentelha no mundo, fico quietinha. Afinal, existe uma (boa) causa por trás disso tudo.

Entretanto, algo me chamou a atenção nos últimos dias. A Sica, que comenta aqui direto (@simoneuanjos), me mandou uma “novidade”. Dessa vez resolvi falar.

Ladies and Gentlemen…apresento-lhes o aBIOsorvente.

Imagens e Instruções de Uso

Antes de emitir qualquer opinião, selecionei alguns trechos explicativos sobre o produto, encontrados na íntegra aqui.

“O aBIOsorvente é um absorvente íntimo reutilizável, 100% algodão (anti-alérgico) e surge como uma alternativa ecológica aos absorventes descartáveis que, além de possuírem substâncias tóxicas, são bastante poluentes.

Há quem pense que não pode fazer nada a esse respeito; que está esperando “alguém” inventar alguma coisa descartável que se desintegre no espaço após o uso.  A questão aqui é que, até alguém inventar alguma coisa, pode demorar muito tempo.  E porque a indústria irá investir tempo e dinheiro em algo que não se tem demanda?

[curiosidade: sabia que o sangue menstrual não é sujo? É apenas a descamação do endométrio – tecido que reveste o útero – por não ter tido a fecundação do óvulo.  A menstruação, normalmente, é um sinal que o corpo está funcionando, e que, se um dia você quiser, pode ter o privilégio de engravidar!]

Após usar o aBIOsorvente, se quiser você poderá deixá-lo de molho na água sem sabão e usar essa água para molhar suas plantas, pois é rica em nutrientes.  As plantinhas agradecem 😉

Depois, deixe de molho na água com sabão até a próxima lavagem na máquina. Não é preciso esfregar MUITO. O sangue, quando de molho apenas na água e na água com sabão, tende a sair quase ou completamente.

(…) você poderá reutilizar seu aBIOsorvente por volta de 6 anos.

Gente, para o mundo que eu quero descer: É A VOLTA DO PANINHO!

Eu boto a minha mão no fogo como o ciclo menstrual é uma das coisas mais desagradáveis do universo feminino. Que baboseira de “oh, posso ser mãe, que lindo a natureza se manifestando no meu corpo…”

Se TPM é um saco para vocês, namorados/maridos/amantes/latin lovers, vocês não imaginam para a gente. Vocês só ouvem alguns desaforos nossos…e a gente, que ouve todos os nossos desaforos?

Fazer academia nesses dias é um saco…sem contar que, se há uma chance de 0,0001% de  ir para a praia com sol e receber as “regras” no mesmo período, a estatística mostra seu lado espírito de porco. A Lei de Murphy poderia se chamar Lei de Chico sem problema algum.

Se utilizar algo descartável já é um show de horror, imagina ter que lavar, reutilizar, CONVIVER com um paninho, por 6 ANOS?

Devemos tomar cuidado quando falamos em sustentabilidade. Entendo que é um território de gelo bem fininho, mas algumas “idéias” soam, na verdade, como retrocessos.

Enquanto escrevia este post, pesquisei um pouco mais e achei o tal do “copinho“. Não há palavras para descrever, vejam com os próprios olhos. Um tira-gosto do que encontrarão:

“Se o copo subiu demasiado dentro da vagina, relaxe os músculos e tente pegá-lo com os dedos. Agachar-se fará com que ele desça”.

[E a cena da mulher, igual uma caipira na beira da estrada, agachada e em PÂNICO, tentando resgatar o copinho da “mais querida” não me sai da cabeça].

Que tal pensarmos em uma idéia sustentável, mas PRATICÁVEL?

PANINHO NUNCA MAIS!

That’s all, Folks!

Read Full Post »

Começou com um singelo stand na feira alternativa Babilônia no Rio de Janeiro e hoje é uma marca de moda feminina badalada e de personalidade marcante.

Esta é a FARM. Em 10 anos, a empresa espalhou seu estilo brasileiro, colorido, estampado, alegre e genuiamente carioca para as principais capitais brasileiras. Com um aroma próprio é possível identificar a presença da loja de longe (hmm.. cheirinho booom). O blog atualizado pela galera de lá também é super bacana, fala de tendências, viagens, manifestações, cultura, música… e claro, sobre as coleções da FARM.

Mas não vim aqui falar da grife no geral, mas sim da sua concept store na Rua Harmonia, na Vila Madalena em São Paulo. O projeto arquitetônico, criado pelo escritório da Triptyque, ganhou recentemente 1º lugar da categoria Obras Concluídas, da 8ª Bienal Internacional de Arquitetura, além de já ter abocanhado o prêmio da revista londrina ICON MAGAZINE. O grande diferencial da loja é o design moderno, seu conceito de arquitetura verde e sua sustentabilidade – o prédio possui sistema próprio de tratamento e reutilização da água, as madeiras utilizadas são reflorestadas e há plantas por todo o local.

Projeto arquitetônico "verde" premiado

Rede na varanda da loja

Além disso a loja é ponto também para exposições, palestras e rodas de samba de raiz regadas a cerveja, água de coco e banhos de mangueira  com a água captada pelos tubos casa (inusitado! quem se habilita?).

Sambinha na Farm Harmonia

A marca criou um ambiente para entrar, ficar e curtir. Olha o Marketing de Experiência aí denovo! Gosto dessa tendência de aproximar os consumidores da marca, tornando-os mais íntimos e não tratando apenas como compradores.

Aguçou a curiosidade? Lá vai mais um empurrãozinho para você conferir, durante os finais de semana de dezembro o bazar da loja tem 50% de desconto.

Bora? Rua Harmonia, nº 57, Vila Madalena, São paulo-SP

Read Full Post »

Olá PessoALL!

A C&A inovou geral. Nesta semana a gigante varejista da moda anunciou a inauguração da 1ª loja sustentável no Brasil, mais especificamente em Porto Alegre. Trata-se da 2ª unidade verde no mundo, sendo a 1ª estabelecida na Terra do Chucrutz, em Mainz. O principal objetivo do novo conceito é reduzir emissão de CO². Racionalizar água e energia também está na lição de casa da C&A.

Loja "Eco" da C&A: Telhado verde e tudo mais.

As novidades também se refletem nas coleções (camisetas de algodão orgânico, sacolas retornáveis, chinelos de pneu reciclado e camisetas de malha feitas com garrafa pet), mas é no ambiente da loja que se concentram as coisas mais legais:

  • Espaço cliente: local com informações sobre sustentabilidade, coletor de lixo eletrônico (celulares, pilhas, baterias), painéis de ações sustentáveis e monitores com instruções;
  • Telhado verde na cobertura (em finalização), visando isolamento térmico. A redução de calor diminuirá a necessidade refrigerar a loja com ar condicionado. Além disso, o novo telhado contribui para a biodiversidade e absorve a água da chuva, tirando a sobrecarga das redes pluviais.
  • Iluminação inteligente, com lâmpadas econômicas e sensores de presença nas escadas;
  • Paredes claras que melhoram as condições térmicas, reduzindo o uso de ar condicionado;
  • Uso de painéis solares, instalados na cobertura, para o aquecimento da água dos chuveiros;
  • Gerenciamento remoto de demanda que controla o uso do ar condicionado conforme a temperatura e o número de usuários na loja;
  • Troca dos motores das escadas rolantes;
  • Substituição de grande parte dos equipamentos eletrônicos por modelos de baixo consumo, com selo norte-americano EnergyStar;
  • Chuveiros e torneiras de baixa vazão;
  • Mictório a seco (sem água); -> gentem, como deve ser isso???
  • Sistema de irrigação eficiente, com 50% de aproveitamento de águas pluviais para irrigação do telhado verde, eliminando o uso de água potável;
  • Uso de tintas com quantidade mínima de substâncias nocivas à saúde;
  • Reciclagem: Metais, plásticos, papel, papelão, vidro e resíduos orgânicos serão separados na loja em local específico e direcionados à coleta seletiva ou às cooperativas de reciclagem. Os resíduos durante a construção da loja também seguiram para a reciclagem;
  • Bicicletário – Espaço para 5% dos ocupantes do prédio (em horário de pico) para guardar bicicletas, além de mapa com a localização dos pontos próximos de ônibus;
  • Coleta seletiva e utilização de dosadores de água e de energia em toda a empresa. As lojas de todo o país usam sacolas oxibiodegradáveis, substituindo as de plástico, adotarando o papel reciclado nas embalagens de presentes e em todo material de papelaria usado na empresa.
  • Uso de biodiesel em 100% da sua frota, como forma de reduzir a emissão de poluentes dos caminhões movidos a diesel. Além disso, desde 2008, realiza o controle de qualidade da fumaça emitida pelos caminhões que utiliza. Os veículos aprovados recebem um ‘Selo Verde”, criado pela C&A.

As medidas visam, também, baixar o consumo de água entre 30% e 40%, em dois anos, e em 20% o de energia.

Mulher e Meio Ambiente

Aproveitando a (boa) notícia da C&A, gostaria de fazer um paralelo entre Mulher e Meio Ambiente, já que agora falamos de moda.

A mulherada está cada vez mais ativa nas decisões políticas e sociais, incluindo e muito a questão ambiental.

Preocupar-se com o meio ambiente, obviamente, é uma preocupação com futuro, com as próximas gerações. Nada mais normal que a mulher, em seu eterno papel de mãe, liderar iniciativas em prol da natureza. Right?

Por fim, dado ao fato de que as mulheres vêm alcançando direitos nunca antes exercidos, fica o desejo de que a luta pela sobrevivência seja uma das prioridades em suas vidas.

Se dá para ser sustentável até no guarda-roupa… Por que não?

That’s all, Folks!

Read Full Post »

Older Posts »