Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pôneis malditos’

Lembram que falamos aqui do Big Idea Chair, premiação publicitária organizada pelo Yahoo?

Pois bem, há pouco foi anunciado o grande vencedor do prêmio, o case “Pôneis malditos”, criação da Lew’Lara\TBWA para a Nissan Frontier.

O que vocês acharam do prêmio? Foi mesmo a melhor campanha do ano?

Read Full Post »

David Ogilvy foi um dos publicitários mais conhecidos do mundo e até hoje os escritórios com sua marca estão entre os mais importantes do mundo. É inegável que David deixou um legado mas o que ele também deixou foi uma teoria que dá no saco de muito redator: a ideia de que colocar a palavra “não” em uma chamada ou slogan traz um aspecto negativo para quem lê. Aí alguns clientes ficaram sabendo disso e resolveram tomar isso como lema eterno e imutável, o que faz com que muito texto bom seja jogado no lixo por conter a tal palavrinha, mesmo que de forma totalmente coerente. Já eu, acho que é importante avaliar caso a caso. Quando perguntam minha opinião a respeito, sempre lembro do mote da Brastemp “não é assim uma Brastemp” que é um dos temas de campanha que mais renderam na história brasileira, que todo mundo ama e que até virou bordão popular  quando se quer expressar que alguma coisa não é tão boa. Tudo isso só foi possível por causa da querida palavrinha NÃO. O problema ficou maior ainda quando muita gente resolveu ir além e defender que qualquer termo considerado negativo, ruim, não deve ser usado. E eu fiquei pensando sobre tudo isso depois do estouro dos Pôneis Malditos. Quer tema mais negativo que a palavra “malditos”? E mesmo assim a campanha deu super certo. Todo mundo deu risada, passou para frente, cantou a música, fez paródia e ajudou a viralizar a ideia.

Aí lembrei então de um comercial da Honda que ganhou o Grand Prix de Cannes uns anos atrás e que é todo baseado em um dos sentimentos mais negativos que existem: o ódio.

A ideia de transformar o ódio em uma coisa boa foi simplesmente genial. Afinal, quando você odeia alguma coisa você tem mais vontade de mudá-la e de criar algo melhor. Sorte a nossa que a Honda não levou a ferro e fogo o que David Ogilvy falou há tantos anos atrás, senão o mundo perderia essa peça brilhante. E perderia também o slogan mais bem sucedido de MasterCard, “Existem coisas que o dinheiro não compra, para todas as outras existe mastercard”. Então, vamos deixar um pouco a facilidade de se basear em regras de lado e lembrar que criatividade quando vira receita, morre?

Read Full Post »

Olá PessoALL, tudo bem?

Hoje vamos testar algo diferente. Além da versão tradicional em texto, hoje o post também está disponível em áudio. Se vocês gostarem, quem sabe não vira Podcast?

Mas vamos ao assunto de hoje!

A gente já falou um montão sobre os pôneis malditos. Aqui, no twitter… E quando vocês já estavam comemorando o fato de não ter mais aquela musiquinha na cabeça, eu venho de novo falar sobre isso. Mas hoje, de uma maneira diferente.

Costumamos trazer para vocês aqueles comerciais sensacionais que quando você vê diz “Wow, que sacada genial”, ou aquelas ações fantásticas que você fica de queixo caído. No caso dos pôneis malditos da Nissan, falamos do quão pegajosa a música é e do buzz que gerou nas redes sociais. Mas e aí, alguém sabe se no final das contas a campanha foi ou não um sucesso?

Ok, chegamos a um ponto bem discutível. O que é sucesso? É bombar no twitter? É ganhar trocentas milhões de visualizações no Youtube, é no final das contas isso tudo se resumir a um Leão…? Posso dizer com garantia que, na visão do anunciante, o  cara da caneta, sucesso é conseguir a grana toda investida de volta, acompanhada de muito mais dinheiro, em pouco tempo. O nome disso é ROI (ou para os mais desapegados do vocabulário corporativo, retorno sobre o investimento). O cara não quer saber se vai ser pônei, se vai ser mulher de biquini, animação, na verdade ele não está nem aí desde que o dinheiro dele volte, e rápido.

Quem tem Facebook e Twitter já sabem que em termos de buzz a campanha foi um sucesso. Foi parar até no Conar! E, agora, segundo informações de mercado, foi um tremendo sucesso em vendas também.

Segundo números, agosto foi o mês recorde de vendas da Nissan no Brasil. No total,  a montadora vendeu 5.375 unidades em agosto, 81% a mais que o mesmo período de 2010, informa a Veja.

A Frontier registrou um aumento de 110% em relação ao mesmo mês do ano passado.

O Sentra viu suas vendas subirem 127%, enquanto o Tiida acumulou alta de 120%. Já o Livina teve alta de 15% nas vendas.

Com os resultados, a Nissan aumentou sua participação de mercado para 1,8%, em agosto. A empresa pretende chegar a 3% de participação em 2012.

E aí? Tá bom ou quer mais?

Parabéns para o time de marketing da Nissan, para a galera da Lew/Lara TBWA e para todos os demais envolvidos!

Espero que tenham gostado!

That’s all, Folks!

Versão em áudio

Gengibre – Pôneis Benditos (Piloto).

Read Full Post »

Se você passou os últimos dois dias pelo menos próximo de uma TV ou computador/tablet/celular com conexão à internet, você deve ter esbarrado no novo comercial da Nissan e, pior, deve ter ficado o final de semana todo cantando “Pônei maldito, pônei maldito, lalalala!”. Pois é, para dar uma cutucada na concorrência e chamar a atenção para os 172 cavalos de potência (e vocação para a lama) da Nissan Frontier, a Lew’Lara/TBWA apostou numa musiquinha chiclete que, a julgar pelos comentários que eu vi no Facebook e no Twitter, definitivamente cumpriu com louvor sua missão. Se você não viu, nem ouviu falar da tal maldição do Pônei, dá play e prepare-se para ficar com o jingle na cabeça pelo resto do dia.

Aqui entre nós, a ideia de comparar os cavalos de potência com pôneis para mostrar que os concorrentes são mais fracos me pareceu meio bobinha, mas a música simplesmente salvou o mote todo e eu acabei achando a tal história dos pôneis malditos uma bela de uma jogada. Especialmente pelo fato de a versão do comercial para  internet brincar com a capacidade de grude da trilha, o que fez com que a peça se espalhasse como pólvora. Até o final da tarde de domingo o vídeo já tinha mais de 1,200.000 visualizações no Youtube. Nada mal né? O duro é ficar com a música na cabeça. Acho que a maldição realmente funciona!

Read Full Post »