Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mulher x sustentabilidade’

Oi PessoALL, tudo bão?

Gente, sou super a favor de atos sustentáveis. Mesmo. Acho bacanérrimo o trabalho de algumas organizações (apoiamos o Green Peace, vocês sabem) e, quando vejo um Ecochato exercendo sua função pentelha no mundo, fico quietinha. Afinal, existe uma (boa) causa por trás disso tudo.

Entretanto, algo me chamou a atenção nos últimos dias. A Sica, que comenta aqui direto (@simoneuanjos), me mandou uma “novidade”. Dessa vez resolvi falar.

Ladies and Gentlemen…apresento-lhes o aBIOsorvente.

Imagens e Instruções de Uso

Antes de emitir qualquer opinião, selecionei alguns trechos explicativos sobre o produto, encontrados na íntegra aqui.

“O aBIOsorvente é um absorvente íntimo reutilizável, 100% algodão (anti-alérgico) e surge como uma alternativa ecológica aos absorventes descartáveis que, além de possuírem substâncias tóxicas, são bastante poluentes.

Há quem pense que não pode fazer nada a esse respeito; que está esperando “alguém” inventar alguma coisa descartável que se desintegre no espaço após o uso.  A questão aqui é que, até alguém inventar alguma coisa, pode demorar muito tempo.  E porque a indústria irá investir tempo e dinheiro em algo que não se tem demanda?

[curiosidade: sabia que o sangue menstrual não é sujo? É apenas a descamação do endométrio – tecido que reveste o útero – por não ter tido a fecundação do óvulo.  A menstruação, normalmente, é um sinal que o corpo está funcionando, e que, se um dia você quiser, pode ter o privilégio de engravidar!]

Após usar o aBIOsorvente, se quiser você poderá deixá-lo de molho na água sem sabão e usar essa água para molhar suas plantas, pois é rica em nutrientes.  As plantinhas agradecem 😉

Depois, deixe de molho na água com sabão até a próxima lavagem na máquina. Não é preciso esfregar MUITO. O sangue, quando de molho apenas na água e na água com sabão, tende a sair quase ou completamente.

(…) você poderá reutilizar seu aBIOsorvente por volta de 6 anos.

Gente, para o mundo que eu quero descer: É A VOLTA DO PANINHO!

Eu boto a minha mão no fogo como o ciclo menstrual é uma das coisas mais desagradáveis do universo feminino. Que baboseira de “oh, posso ser mãe, que lindo a natureza se manifestando no meu corpo…”

Se TPM é um saco para vocês, namorados/maridos/amantes/latin lovers, vocês não imaginam para a gente. Vocês só ouvem alguns desaforos nossos…e a gente, que ouve todos os nossos desaforos?

Fazer academia nesses dias é um saco…sem contar que, se há uma chance de 0,0001% de  ir para a praia com sol e receber as “regras” no mesmo período, a estatística mostra seu lado espírito de porco. A Lei de Murphy poderia se chamar Lei de Chico sem problema algum.

Se utilizar algo descartável já é um show de horror, imagina ter que lavar, reutilizar, CONVIVER com um paninho, por 6 ANOS?

Devemos tomar cuidado quando falamos em sustentabilidade. Entendo que é um território de gelo bem fininho, mas algumas “idéias” soam, na verdade, como retrocessos.

Enquanto escrevia este post, pesquisei um pouco mais e achei o tal do “copinho“. Não há palavras para descrever, vejam com os próprios olhos. Um tira-gosto do que encontrarão:

“Se o copo subiu demasiado dentro da vagina, relaxe os músculos e tente pegá-lo com os dedos. Agachar-se fará com que ele desça”.

[E a cena da mulher, igual uma caipira na beira da estrada, agachada e em PÂNICO, tentando resgatar o copinho da “mais querida” não me sai da cabeça].

Que tal pensarmos em uma idéia sustentável, mas PRATICÁVEL?

PANINHO NUNCA MAIS!

That’s all, Folks!

Read Full Post »

Olá PessoALL!

A C&A inovou geral. Nesta semana a gigante varejista da moda anunciou a inauguração da 1ª loja sustentável no Brasil, mais especificamente em Porto Alegre. Trata-se da 2ª unidade verde no mundo, sendo a 1ª estabelecida na Terra do Chucrutz, em Mainz. O principal objetivo do novo conceito é reduzir emissão de CO². Racionalizar água e energia também está na lição de casa da C&A.

Loja "Eco" da C&A: Telhado verde e tudo mais.

As novidades também se refletem nas coleções (camisetas de algodão orgânico, sacolas retornáveis, chinelos de pneu reciclado e camisetas de malha feitas com garrafa pet), mas é no ambiente da loja que se concentram as coisas mais legais:

  • Espaço cliente: local com informações sobre sustentabilidade, coletor de lixo eletrônico (celulares, pilhas, baterias), painéis de ações sustentáveis e monitores com instruções;
  • Telhado verde na cobertura (em finalização), visando isolamento térmico. A redução de calor diminuirá a necessidade refrigerar a loja com ar condicionado. Além disso, o novo telhado contribui para a biodiversidade e absorve a água da chuva, tirando a sobrecarga das redes pluviais.
  • Iluminação inteligente, com lâmpadas econômicas e sensores de presença nas escadas;
  • Paredes claras que melhoram as condições térmicas, reduzindo o uso de ar condicionado;
  • Uso de painéis solares, instalados na cobertura, para o aquecimento da água dos chuveiros;
  • Gerenciamento remoto de demanda que controla o uso do ar condicionado conforme a temperatura e o número de usuários na loja;
  • Troca dos motores das escadas rolantes;
  • Substituição de grande parte dos equipamentos eletrônicos por modelos de baixo consumo, com selo norte-americano EnergyStar;
  • Chuveiros e torneiras de baixa vazão;
  • Mictório a seco (sem água); -> gentem, como deve ser isso???
  • Sistema de irrigação eficiente, com 50% de aproveitamento de águas pluviais para irrigação do telhado verde, eliminando o uso de água potável;
  • Uso de tintas com quantidade mínima de substâncias nocivas à saúde;
  • Reciclagem: Metais, plásticos, papel, papelão, vidro e resíduos orgânicos serão separados na loja em local específico e direcionados à coleta seletiva ou às cooperativas de reciclagem. Os resíduos durante a construção da loja também seguiram para a reciclagem;
  • Bicicletário – Espaço para 5% dos ocupantes do prédio (em horário de pico) para guardar bicicletas, além de mapa com a localização dos pontos próximos de ônibus;
  • Coleta seletiva e utilização de dosadores de água e de energia em toda a empresa. As lojas de todo o país usam sacolas oxibiodegradáveis, substituindo as de plástico, adotarando o papel reciclado nas embalagens de presentes e em todo material de papelaria usado na empresa.
  • Uso de biodiesel em 100% da sua frota, como forma de reduzir a emissão de poluentes dos caminhões movidos a diesel. Além disso, desde 2008, realiza o controle de qualidade da fumaça emitida pelos caminhões que utiliza. Os veículos aprovados recebem um ‘Selo Verde”, criado pela C&A.

As medidas visam, também, baixar o consumo de água entre 30% e 40%, em dois anos, e em 20% o de energia.

Mulher e Meio Ambiente

Aproveitando a (boa) notícia da C&A, gostaria de fazer um paralelo entre Mulher e Meio Ambiente, já que agora falamos de moda.

A mulherada está cada vez mais ativa nas decisões políticas e sociais, incluindo e muito a questão ambiental.

Preocupar-se com o meio ambiente, obviamente, é uma preocupação com futuro, com as próximas gerações. Nada mais normal que a mulher, em seu eterno papel de mãe, liderar iniciativas em prol da natureza. Right?

Por fim, dado ao fato de que as mulheres vêm alcançando direitos nunca antes exercidos, fica o desejo de que a luta pela sobrevivência seja uma das prioridades em suas vidas.

Se dá para ser sustentável até no guarda-roupa… Por que não?

That’s all, Folks!

Read Full Post »