Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Marcelinho Carioca’

Depois de já falarmos do Palmeiras e do São Paulo, chegou a hora de eu representar a nação corintiana. Se você vive num país chamado Brasil e te algum apego por futebol, você deve saber que o timão completou cem anos e que, em comemoração, foi lançada a campanha República Popular do Corinthians. Quando a campanha foi lançada eu já achei muito boa. Não só porque eu sou corintiana, mas também porque ela estava muito bem amarrada. Os torcedores podiam fazer RG, certidão de nascimento, passaporte onde carimbavam cada jogo que iam e até carta de anistia para outros torcedores, embora eu imagino que este item não deva ter sido um dos mais populares. O novo CT levou o nome da República em sua fachada e, isso por si só já gerou muita mídia espontânea, já que muita equipe de reportagem passou por lá. A realidade é que a campanha estava tão bem feita, que nem parecia uma campanha, parecia a oficialização de um sentimento que já percorria a torcida. O resultado? R$13 milhões em mídia espontânea, segundo o vídeocase.

Agora quero fazer dois comentários. Um é a respeito da modinha vídeocase. Essa foi a primeira vez que eu assisto a um vídeocase que fala de uma campanha que de fato eu vi na mídia. Diferente de muitos outros casos que estão por aí, todos nós vimos as ações acontecendo e não só agora quando compilaram tudo com uma música emocinante de fundo e meia dúzia de reações que ninguém tinha presenciado antes.

A segunda coisa que há tempos tem chamado minha atenção é o trabalho pioneiro do marketing do Corinthians que sempre gera muito buzz com ações nunca imaginadas por clubes de futebol. Pensando por cima, lembro da camisa com a foto dos torcedores, usada na última partida que o timão disputou em casa pela série B. Cada torcedor teria que pagar R$1.000 e, como não faltam corintianos fanáticos, a brincadeira arrecadou rapidamente R$4 milhões.

Aí teve também o uso da marca Avanço embaixo do braço. Feio, porém pertinente. Não sei se a ideia foi o marketing do Corinthians ou da empresa de desodorante, mas o fato é que os dois se beneficiaram com o bafafá que gerou.

A contratação de Ronaldo foi um caso a parte. Ninguém podeira imaginar o quanto o jogador se idenficaria com o clube. Hoje, ele é um verdadeiro embaixador da marca Corinthians e sua presença no clube fez o mundo todo voltar os olhos para o Parque São Jorge. Até atores de Hollywood foram visitá-lo no CT e tirar foto com a camisa do timão.

Claro, que trabalhar com uma marca como a do Corithians, que já possui milhões de fãs incondicionais, é praticamente saber que qualquer coisa que você lançar vai ser aceita e adorada quase instantaneamente. Mas, isso não tira o mérito dos responsáveis por sempre colocar o Corinthians no centro das inovações ligadas à comunicação no meio do futebol.

Essa campanha do centenário, feita pela F/Nazca para a Nike (patrocinadora do clube), mostra como uma identidade bem desenvolvida transcende o marketing do clube e chega até o patrocinador, que faz uma campanha tão bem amarrada, que parece ter sido feita pelo próprio Corinthians. O Corinthians não tem medo de ser grande e até Show da Virada, em pleno 1º de setembro, com transmissão ao vivo, o clube conseguiu emplacar.

Eu poderia ficar aqui o dia todo relembrando inovações impensadas que o Corinthians, com a ajuda dos torcedores apaixonados, tornou reais. Desde Disk Marcelinho até Nunca Vou te Abandonar, o fato é que o Corinthians leva a garra pela qual é conhecida dentro de campo para muito além das quatro linhas e consegue fazer com que sua comunicação carregue de forma impecável seu DNA. Seja a comunicação feita por seu próprio marketing, ou pela agência de seu maior patrocinador. Isso tudo não é idealismo de uma corintiana, é a análise de uma publicitária que fica besta de ver como uma marca consegue passar de forma tão alinhada os valores da “empresa”. E que marca não gostaria de ter tantos consumidores prontos para comprar tudo que ela lança e, literamente, vestir a camisa hein? Por tudo isso que eu acho que o Corinthians é um dos melhores cases de marketing do país e pode servir de base para muita empresa, esportiva ou não.

Ah, e só para lembrar: sábado foi dia do nosso padroeiro, São Jorge. Todos vestiram as roupas e armas de Jorge?

🙂

Quanto a campanha da F/Nazca, ganhou não só os torcedores, mas também o prêmio “Idea of the Year” promovido entre os mais de 140 escritórios que a Saatchi & Saatchi tem pelo mundo.

Read Full Post »