Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 7 de novembro de 2011

A BuyandSellAds fez um infográfico ótimo, expondo as principais artimanhas que nós, redatores publicitários, usamos na hora de criar chamadas e slogans. No fundo, não basta ter só inspiração e criatividade. No dia-a-dia de uma agência é preciso sim ter técnica.

Read Full Post »

Lembra quando eu escrevi sobre a claudialeiterização de alguns artistas? É, Anderson Silva, se cuida! Mais umas duas peças e você vai começar a trilhar este caminho.

Por aqui já mostramos duas participações do lutador em comerciais do Buguer King e de repente parece que ele está em todos os lugares! Só essa semana vi dois comerciais com ele:

e

Ok, ok…ainda não está tão perto assim de ser uma Claudia Leitte da vida mas o fato é que sua imagem tá sendo muito bem explorada pelos anunciantes. Devo adimitir que ainda não cansei. Não é que, mesmo fazendo cara de mau, o cara é super carismático?

Read Full Post »

Na minha opinião um jobs mais chatos que um criativo pode ter na mesa é aquele cujo cliente é uma faculdade. Isso é muito engraçado pois faculdade é uma época tão legal! Só que é claro que na hora de anunciar seus cursos de ensino superior você não pode colocar como diferencial os JUCA’s, bares, baladas e afins que a experiência universitária vai trazer aos alunos. No final das contas fazer faculdade é começar a construir seu futuro profissional e, convenhamos, por mais que isso seja verdade, esse é um baita assunto chato. Por isso faz muito tempo que comerciais de universidades e afins andam sem graça, sempre tratando de colocar o jovem como um super cérebro que só precisa de um bom curso para conseguir o que mais quer: ficar horas e horas do dia vendendo suas habilidades para grandes corporações sem cara. Uau, que divertido!

Aí que a Universidade Cruzeiro do Sul finalmente achou um jeito bacana de inovar: usando uma linguagem divertida. A união da animação (e não de jovens coxinhas) e da narração de Thaide deixaram a peça mais leve. Eu nem tinha percebido que era um comercial de uma universidade.

E no fim usaram um mote engraçadinho para ligar com a seriedade que o curso precisa passar: quem é preguiçoso não entra em uma universidade como a Cruzeiro do Sul. A peça valoriza a instituição de ensino, sem deixar de torná-la também interessante. Achei a linguagem muito adequada ao público e a producão (de novo ela!) está muito bem feita. O desenho é uma graça e até arranca um sorriso de quem vê.

Como eu sempre digo: não é só de peças brilhantes que uma agência vive. Aliás, ela vive mesmo é de arroz com feijão…especialmente se ele estiver bem temperado, como essa peça da Cruzeiro do Sul. A criação é da Giovanni+Draftfcb.

Read Full Post »