Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 31 de maio de 2011

Eu sei bem que eu não sou o público-alvo de Marie Claire. Lendo a revista fica claro que as mulheres a quem a revista se destina estão mais para trintonas e quarentonas do que para vintonas. Mas, mesmo assim, de tempos em tempos, quando eu já gastei minha TPM do mês, eu gosto de comprar a Marie Claire, que sempre traz ótimas reportagens e entrevistas, emboras algumas não sejam para mim (aquelas que falam como manter um casamento depois de anos juntos, ou de como lidar com os filhos). Este final de semana fui para a praia e depois de acabar a TPM e o livro que eu estava lendo, lá fui eu atrás da Marie Claire. Logo no editorial (sim, editores, alguém lê o que vocês escrevem: eu) a revista apresenta algumas mudanças, fruto da comemoração dos 20 anos de circulação no Brasil.

A primeira delas é a capa. Enquanto a capa que está nas bancas é uma (com plano mais aberto e mais voltada à moda), a partir de agora, a capa para assinantes será outra. Além de uma foto mais artística, a revista da assinante terá menos chamadas, embora o conteúdo seja o mesmo. Este é só um detalhe, mas é um carinho legal com quem é tão fiel à publicação que até paga para receber em casa.

Folheando a revista vi também que o tamanho da fonte está maior, o que na minha opinião, deixou a revista menos bonita, mas foi bastante inteligente. Lembrei na hora de um livro que li na pós que dizia que países onde a população está envelhecendo (alô, Brasil) deveriam se preocupar mais com a leitura de placas, manuais, bulas e embalagens. Afinal, um dos sintomas de quem tá indo dos trinta para os quarenta, é não enxergar mais tão bem de perto. E, até onde eu sei, esse é justamente o público da Marie Claire: mulheres mais maduras que vão ficar felizes em não ter que sacar seus óculos para ler a revista.

Depois que alguém faz, é fácil ver como isso é legal, mas até alguém se tocar de o quanto aumentar um pouco o tamanho da fonte pode fazer de diferente no momento da leitura, lá se vão anos e anos.

O único lado negativo da mudança, na minha opinião, foi a escassez de fotos. Mesmo a matéria de capa só tinha uma foto e o resto só texto. Isso cansa o olho e tira o charme. De qualquer maneira, parabéns à Marie Claire por entender que não é só de conteúdo que vive uma revista. Entender até as características físicas do público foi uma bela sacada!

Read Full Post »

Ok, já não é aquela novidade essa brincadeira de arrastar um ícone para a barra de favoritos e, ao clicar nele em qualquer outro site, poder interagir com o layout. A Sô já contou aqui de quando M&M’s fez isso, mas sabe, continua sendo bem divertido. Agora quem entrou na dança foi Axe. No site Axe SprayAway você arrasta uma latinha de Axe para os favoritos e, quando estiver algum site e não achar alguma coisa legal, ao invés de dar unlike, você simplesmente apaga o texto, imagem, comentário ou seja lá o que for. Claro que você não tira aquilo de circulação, mas pelo menos tira da sua vista.

Para vocês terem uma ideia, eu “apaguei” o chá de ontem (mas só pra testar hein, não porque eu não gostei, pois eu adorei, serião! Hehe.)

Antes

Depois

Funciona melhor em sites feitos em HTML e, curiosamente, tentei testar no próprio site do Axe SprayAway e lá não funciona. Algo me diz que não é por acaso isso.

Você pode apagar o que não gostar. A não ser que não tenha gostado do próprio site do Axe...

Read Full Post »